Ticket Baixo – As Melhores Dicas Para Lucrar!

Os produtos de baixo custo estão se tornando cada vez mais populares entre os empreendedores online, pois oferecem um investimento inicial menor e a oportunidade de obter uma margem de lucro mais alta. Eles também são uma ótima opção para atrair clientes que procuram por ofertas acessíveis e econômicas.

No presente artigo, abordaremos de forma detalhada o que define um produto de ticket baixo, como encontrar boas opções online e as considerações importantes a serem feitas ao criar o seu. Discutiremos estratégias eficientes para vendê-lo e maximizar o seu potencial de lucro.

Se você está começando sua jornada como empreendedor ou é um profissional de marketing experiente em busca de novas maneiras de impulsionar seu negócio, não perca essa chance de colocar mais dinheiro no seu bolso.

Aproveite a oportunidade para explorar estratégias de precificação, marketing e atendimento ao cliente que irão ajudar você a alcançar o sucesso no mundo dos produtos de baixo custo!

 

O que é um produto de baixo ticket e como ele funciona?

Produtos de baixo ticket são aqueles com um custo mais acessível, geralmente de até R$ 80, embora o valor possa variar dependendo do nicho e da categoria.

Esses produtos podem ser utilizados tanto como estratégia principal de negócio, quanto como uma oferta complementar.

A ideia de oferecer produtos de baixo ticket é comum para empresas que desejam expandir e alcançar um público maior, ao mesmo tempo em que buscam conhecer melhor seus clientes e suas necessidades.

 

O que é o ticket médio?

Esse conceito representa o valor médio de cada compra realizada durante um determinado período de tempo.

Para calculá-lo, é preciso somar a quantidade de itens vendidos e seu valor, e depois dividir pelo número de vendas total.

Dessa forma, fica mais fácil identificar quais produtos estão saindo mais ou menos e avaliar a lucratividade de cada um deles.

 

Quando aumentar a variedade de produtos para oferecer opções de baixo ticket?

Aumentar a variedade de produtos e oferecer opções mais em conta é uma estratégia para quem busca ampliar seu alcance e aumentar as vendas.

Esse é um caminho interessante para fidelizar compradores que podem começar com itens menores, mas que, ao se tornarem clientes frequentes, tendem também a investir em possibilidades mais caras. Acompanhe a seguir para saber mais!

Construir posicionamento

Se você deseja alcançar um bom posicionamento no mercado, é importante oferecer produtos inovadores e de alta qualidade que realmente cativem a atenção do seu público-alvo.

Esses produtos devem despertar o interesse genuíno dos consumidores e construir uma conexão emocional com a sua marca.

No entanto, sabemos que construir uma reputação sólida em um nicho pode ser um desafio. Convencer os compradores a fazerem um grande investimento quando ainda estão se familiarizando com a sua empresa pode ser uma tarefa árdua.

Uma solução inteligente é oferecer um produto de baixo ticket, com um preço mais acessível. Dessa forma, você reduz a resistência do cliente em realizar a compra e, ao mesmo tempo, tem a oportunidade de conquistar a confiança da sua audiência gradualmente.

É importante que esse item de entrada não seja apenas uma oferta qualquer, mas sim uma oportunidade valiosa. Ele deve entregar conteúdo de qualidade e, ao mesmo tempo, preparar o cliente para o próximo passo, que é a aquisição do seu produto mais rentável.

Ao investir nessa estratégia, você estará construindo uma base sólida de clientes fiéis, que reconhecem o valor que a sua marca proporciona.

Com o tempo, esses clientes estarão mais propensos a fazer investimentos maiores e a se tornarem verdadeiros defensores da sua empresa.

Trabalhar com upsell e cross sell

O upsell e o cross sell são estratégias muito utilizadas no marketing digital para aumentar o ticket médio das vendas.

A técnica do upsell é uma forma eficiente de oferecer aos seus clientes uma opção de compra mais vantajosa do que a inicialmente escolhida.

Imagine que um usuário chega em sua loja virtual buscando um produto de baixo ticket, mas acaba descobrindo outro item com um valor mais alto e um potencial de uso ainda maior.

Com o upsell, essa transição de produto é facilitada e o cliente sai satisfeito com a decisão de compra.

Já no downsell, a situação é inversa, o objetivo é apresentar um produto de menor valor a alguém que esteja interessado em seu produto principal, mas que ainda não esteja totalmente convencido devido ao preço.

Ainda que não aumente o valor médio da sua venda, é uma forma de garantir a conversão em uma compra.

O cross sell, busca oferecer produtos que se encaixam perfeitamente com a escolha inicial do cliente, como um tênis e um par de meias.

Ao demonstrar o valor desses produtos complementares, o consumidor fica tentado a adquiri-los juntamente com sua compra inicial, aumentando assim o valor total gasto ao final da interação.

Trabalhar com perpétuo e outros tipos de lançamentos

Mesclar diferentes estratégias de vendas é uma excelente forma de aumentar as chances de sucesso do seu negócio.

Ao colocar um produto de baixo valor em lançamento perpétuo, você possibilita que pessoas que não tenham aproveitado as ofertas anteriores possam iniciar um relacionamento com sua empresa.

É possível aliar essa estratégia com outros tipos de lançamentos, como o relâmpago, interno ou semente, maximizando ainda mais os resultados.

Aproveitando o cruzamento de dados entre as diferentes estratégias, você pode criar oportunidades únicas para seus clientes e, consequentemente, aumentar suas vendas de forma consistente.

Dar opções para aumentar o LTV

Entender o valor de cada cliente para o seu negócio é uma tarefa importante e que pode trazer resultados significativos.

É aí que entra o conceito de LTV (Lifetime Value), ou valor de vida do cliente. Essa métrica é capaz de prever a receita média gerada durante todo o ciclo de consumo de um comprador de seus produtos ou serviços.

Se você está buscando maneiras de aumentar seu LTV, oferecer opções com custo menor é uma estratégia inteligente e efetiva.

Produtos de baixo ticket podem ser ótimos para aumentar sua base de clientes, mas é fundamental que você encoraje-os a comprar mais vezes e com maior recorrência.

A chave está em fornecer alternativas que estejam alinhadas com as necessidades e preferências dos seus clientes.

Ofereça produtos complementares àqueles que eles já compraram e esteja sempre atento às demandas do seu público-alvo.

Dessa forma, você não apenas aumentará a frequência de compra, mas também fortalecerá o relacionamento com seu cliente e o valor dele para o seu negócio a longo prazo.

 

O que considerar ao criar um produto de baixo ticket?

Criar um produto de baixo ticket pode trazer diversas vantagens para o seu negócio online, mas é preciso considerar alguns pontos importantes antes de lançá-lo, sendo eles:

  • É fundamental que seu produto seja completo e solucione totalmente o problema proposto;
  • É importante que o produto demonstre todo o conhecimento da empresa sobre o tema, para que a autoridade da marca seja reforçada;
  • O formato do produto pode variar, desde um curso até um webinar, e-book, checklist, podcast ou videoaula avulsa;
  • Certifique-se de que o produto seja interessante para a sua persona, para que ele faça sucesso e ajude a alavancar o seu negócio.

Ao cumprir todas essas etapas, podemos garantir o sucesso do produto de baixo ticket no mercado online.

 

Produtos baratos para vender na Internet e ganhar dinheiro

O mercado de e-commerce no Brasil é enorme e está em constante crescimento. Com mais de 114,7 milhões de consumidores, o país lidera o ranking mundial de vendas online.

Isso significa que há uma abundância de oportunidades para empreendedores que desejam ganhar dinheiro vendendo produtos na internet, seja para aumentar sua renda ou ter uma grande empresa no digital.

As plataformas de marketplaces, como Mercado Livre, Shopee e Magalu, oferecem diversas ferramentas e recursos para ajudar a alavancar o seu negócio, como cursos online, possibilidade de criar anúncios personalizados, gerenciar estoques e acompanhar métricas de desempenho.

Também é importante focar em estratégias de marketing e divulgação para atrair mais clientes, como anúncios nas redes sociais, parcerias com influenciadores e a criação de um bom relacionamento com os compradores.

Se você está procurando por produtos de baixo custo para compor a sua oferta inicial, não se preocupe, existem muitas opções. Confira a seguir para conhecê-los!

Descartáveis para a casa

A pandemia trouxe mudanças significativas nos hábitos dos brasileiros, e uma das mais notáveis é a adesão em massa aos supermercados online.

Se você está pensando em investir em novos produtos para vender, a categoria de ‘descartáveis para casa’ pode ser uma excelente opção.

Durante a última Black Friday, os produtos desse segmento foram os mais procurados no Mercado Livre, o maior marketplace do país.

Com um ticket médio de R$30,00, essa categoria já registrou um crescimento impressionante de 111% em suas vendas online. Isso mostra o alto potencial de lucratividade desse segmento.

Entre os produtos mais comprados, destaca-se o papel higiênico, que ocupa seis posições no top 10 de anúncios mais vendidos. Os filmes plásticos, guardanapos, papel alumínio, sacos de lixo, toalhas de papel e fósforos também são itens bastante procurados pelos consumidores.

Por ser uma categoria altamente competitiva, é essencial ter criatividade para se destacar entre a concorrência. Explore embalagens diferenciadas, promoções exclusivas e ofereça uma experiência de compra personalizada para atrair e fidelizar os clientes.

Portanto, se você busca oportunidades de negócio que estejam alinhadas com as mudanças de comportamento dos consumidores, investir na categoria de ‘descartáveis para casa’ pode ser uma estratégia promissora. Aproveite o crescimento do mercado online e colha os frutos dessa tendência que veio para ficar.

Higiene pessoal

Com a facilidade que a internet trouxe para as compras, cada vez mais produtos ganham espaço no e-commerce. Um exemplo disso são os artigos de higiene pessoal, que seguem a mesma tendência dos insumos de supermercado.

Entre os produtos dessa categoria, os lenços de papel apresentam um ticket mais baixo e vêm crescendo em consumo. No Mercado Livre, suas vendas aumentaram em 300%.

Os sabonetes também se destacam como produtos baratos para vender online. Eles apresentam um aumento de mais de 30% em suas vendas, especialmente os da marca Phebo, que subiu 47 posições em pesquisas no último mês.

Esse aumento pode ser explicado pela preocupação com a higiene e bem-estar, além da reputação de qualidade e fragrâncias agradáveis que a marca oferece.

Ao vender produtos com ticket médio mais baixo, é importante considerar a análise da demanda. Identificar quais itens têm maior potencial de crescimento e quais têm mais procura pode ajudar a direcionar os esforços de marketing e garantir o sucesso das vendas.

Portanto, estar atento às tendências de consumo e às necessidades dos consumidores é um dos principais fatores para se destacar no mercado digital e nos grandes marketplaces.

Bichinhos virtuais

Os anos 90 e 2000 foram uma época de grande sucesso para os bichinhos virtuais, e agora eles estão de volta com tudo.

Compradores da nova geração e pessoas millenials nostálgicos estão adquirindo o famoso Tamagotchi, nome oficial do brinquedo.

Essa tendência retro está sendo bastante explorada por vendedores online, revivendo diversos produtos e ampliando as possibilidades de vendas.

No Mercado Livre, as vendas desse brinquedo aumentaram quase 150%, e o preço médio é de cerca de R$ 76.

Mesmo com tanta concorrência, cerca de 48% dos vendedores são platinum, alguns dos melhores sellers não precisam possuir medalha Mercado Líder para conquistar o seu espaço nesse mercado competitivo.

Máscaras de cílios

As máscaras de cílios são um excelente exemplo de produto barato para vender. Elas são muito populares entre as mulheres, especialmente aquelas que buscam realçar e destacar o olhar.

Com um ticket médio de R$ 50,00, esses produtos oferecem um ótimo custo-benefício para os clientes. Embora as máscaras de cílios tenham uma boa demanda durante todo o ano, elas apresentam um desempenho de vendas ainda melhor no mês de agosto.

Ao analisar a concorrência é possível observar que a maioria dos vendedores não possuem a Medalha Líder. Essa é uma ótima oportunidade para os novos empreendedores que desejam entrar nesse mercado e se destacar.

Com um ticket médio relativamente baixo, quase metade dos vendedores oferecem frete grátis em seus anúncios, esse é um fator a ser considerado ao montar a oferta.

Entre as máscaras de cílios mais vendidas no Mercado Livre, a The Colossal à prova d’água da Maybelline se destaca. Com sua fórmula de longa duração e fácil aplicação, ela garantiu um lugar no top 10 de vendas.

 

Como vender produtos de ticket baixo na internet?

Vender na internet pode ser desafiador, principalmente quando falamos de produtos de ticket baixo.

Para quem está começando no e-commerce, escolher os produtos certos sem gastar muito é um grande desafio.

É comum que, no início, empreendedores tenham um capital reduzido para investir em estoque ou conhecimento para assumir grandes riscos comprando produtos mais caros.

Pensando nisso, separamos 7 dicas valiosas para ajudar quem está começando no mercado digital ou para aqueles que querem incrementar seu mix de produtos e, assim, aumentar a rentabilidade do negócio online.

Seguindo essas dicas, você estará mais preparado para enfrentar os desafios do e-commerce, aumentar a rentabilidade e construir um negócio sólido.

Analise a demanda

Ao vender um produto, é essencial analisar a demanda. O sucesso de um item de ticket baixo está ligado à procura por ele. Identificar se a demanda é alta ou baixa antes de investir é fundamental.

Produtos com alta demanda se esgotam rapidamente, gerando maior lucro. Já os com baixa procura podem ficar encalhados e gerar prejuízos.

Investigue o mercado

Mesmo que haja demanda pelo produto ou serviço que se deseja oferecer, é preciso avaliar se o mercado está em uma fase de crescimento ou queda.

Se o seu nicho estiver em expansão, as suas chances de sucesso aumentam consideravelmente. É importante fazer uma análise cuidadosa e buscar informações sobre as tendências e previsões do mercado.

Tenha preços estratégicos

É importante ter um olhar cuidadoso e atento às variáveis envolvidas na escolha do preço, especialmente quando se trata de produtos de baixo custo que podem ser atraentes para o consumidor final.

A concorrência e as oscilações do mercado são fatores que precisam ser levados em conta. Uma estratégia bem elaborada e pensada com cuidado pode fazer toda a diferença na rentabilidade do negócio e garantir um fluxo constante de vendas.

Conheça a concorrência

A concorrência é um fator crucial a ser analisado, já que quanto mais forte ela for, mais difícil será encontrar um espaço para se destacar.

Entender como os outros vendedores estão atuando, as estratégias que estão utilizando e até mesmo os preços que estão oferecendo pode fornecer insights importantes e ajudar a ajustar a sua abordagem.

Verificar possibilidade de vender para o mesmo comprador

Se o seu produto é recorrente e pode atender às necessidades do consumidor por um longo período, essa estratégia é altamente eficaz para você.

Entre em contato novamente com o cliente e informe sobre a disponibilidade do produto, ofereça descontos para incentivar novas compras. Enviar mensagens automáticas é uma excelente maneira de manter o engajado e aproveitar para oferecer outros itens que possam despertar interesse.

Coloque essa estratégia em prática, aumente suas vendas e conquiste a lealdade dos clientes.

Analisar a possibilidade fazer Combos/Kits de produtos

Combinar seus itens em um pacote pode ser uma ótima maneira de oferecer uma experiência de compra mais satisfatória e aumentar sua lucratividade.

Imagine, que você vende mochila infantil e agora pode oferecer um kit que inclui mochila, lancheira e estojo. Essa opção permite que você faça um bom uso de produtos, agregando valor e atraindo a atenção de clientes.

Comparar taxas cobradas por Marketplace

Se você quer vender produtos em um marketplace, uma das primeiras coisas a se comparar é a taxa cobrada pela plataforma.

Embora o Mercado Livre seja o maior marketplace do Brasil, ele pode não ser a melhor opção para quem busca vender produtos de ticket baixo.

Com taxas de R$ 6,00 por produtos abaixo de R$ 79,00 e de 10% a 14% no valor do produto vendido, a retenção de lucro se torna difícil.

Existem outras plataformas que você pode divulgar seus produtos em diferentes marketplaces com taxa inferior, de apenas 10% sobre o produto, e ainda oferecer frete por conta da empresa, o que torna a venda de produtos de ticket baixo muito mais viável e lucrativa!

 

Baixo ticket x alto ticket: algum é melhor?

Como vimos, o preço de um produto não está necessariamente ligado à sua qualidade. É importante considerarmos que o valor vai além do seu custo monetário. O que realmente importa são os seguintes pontos:

  1. A transformação que o produto pode proporcionar na vida dos clientes;
  2. Transmitir mensagens claras sobre o valor agregado e as melhorias que traz para os clientes, potencializando as compras e garantindo resultados satisfatórios;
  3. Estabelecer uma oferta equilibrada, tornando a escolha entre produtos mais desafiadora para o consumidor. Uma ótima estratégia para alcançar esse objetivo é utilizar a “técnica da matrioska”, que permite criar pacotes com diferentes faixas de preço;
  4. Investir adequadamente no público-alvo para planejar o negócio e obter um fluxo consistente de solicitações de compra. Ao entender o perfil e as preferências do seu público-alvo, você poderá direcionar seus esforços de marketing e vendas de maneira mais eficiente.

Para se manter competitivo no mundo dos negócios, é essencial se manter informado sobre as melhores práticas de vendas e implementar diversas estratégias para gerenciar sua empresa. Ao estudar os mercados existentes, atender às necessidades dos clientes e utilizar suas habilidades e conhecimentos, você terá uma vantagem significativa, mesmo em produtos de menor valor.

Pressione ESC para fechar